quinta-feira, 5 de julho de 2012

O Projeto Étnico-Racial tem o propósito de atender a lei Nº 10.639/03 que alterou para a Lei n 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei n 10.639,de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena. A lei acima citada determina a obrigatoriedade do ensino da história dos africanos e indígenas no currículo escolar das seguintes modalidades de ensino: Fundamental e Médio. A decisão oriunda da lei faz um resgate histórico da colaboração dos negros e índios na estruturação e construção da sociedade brasileira. O projeto propõe acerca de a identidade cultural destacar as diferenças culturais visando ainda, o reconhecimento e a valorização da identidade, como também da cultura e da história dos negros e índios brasileiros. Durante as atividades promovidas com a finalidade de alcançar os objetivos do Projeto, os professores trabalharam de forma interdisciplinar com textos, montagem de álbuns, confecção de livros pelos alunos, cartazes, murais, produções de textos e cordel.

Texto: Dolores Rosa de Oliveira

 Confira a seguir:


Discriminação racial

Discriminação racial
Tem afetado a humanidade
Devemos ver o ser humano
Com mais seriedade

Todos são iguais
Perante a sociedade,
Não importa cor e raça
Pois essa é nossa realidade.

Em vez de olharmos para a pele
Vamos olhar para o coração
E ver o outro como ser igual
Não como um ladrão

As pessoas não querem ver
Não querem ter a noção
Que temos de lutar em conjunto
Para combater a discriminação.

Hellen Jamilly Santos Silva (10 anos)  4ª série            
Profª Mônica Sara

 
Somos iguais

A discriminação racial existe
Pode acontecer com qualquer raça
Quem sofre não gosta
Quem faz acha graça

Acontece com todos
Não importa a cor
Eles acham uma graça
Eu acho um horror

As pessoas praticam
Não sabem o resultado
Dá até cadeia
Esse ato tão malvado

Isso é ruim
É um tipo de recado
Não gosto!
Acho errado!


José Adolfo Xavier de Souza (10 anos)
4ª série Profª Mônica Sara

 
Diga não a discriminação

Na época da escravidão
Muitos negros já sofriam
Sob discriminação racial
Todos eles viviam

Veio a Lei Áurea
Uma esperança para o povo
Mas essa lei ficou no papel
Pois muitos sofrem, de novo.

Discriminação racial é ruim
Todo mundo tem que descartar
Temos todos é que nos unir
Para esse mal acabar.

Discriminação racial
É um mal que tem que acabar
Negros, brancos e índios...
Um dia vão se juntar.

Anna Virgínia Soares dos Santos (10 anos)
 4ª série  Profª  Mônica Sara

 
Quem somos?

A discriminação é anormal
Não podemos discriminar as pessoas
Que são os nossos irmãos
Pois, indiferentemente, são boas.

Já se passou muito tempo
Ainda há muita discriminação
Mesmo sabendo que isso é crime
Inclusive podendo dar até detenção

Hoje não há escravidão
Mas a discriminação continua
Em casa, na nossa família.
E até mesmo na rua



Giselle Caroline Marques de Albuquerque (10 anos)
4ª série  Profª Mônica Sara
 
A vida sem discriminar

Não devemos ter discriminação
Todos juntos
Em um mesmo coração
Juntos, somos muitos.

Então, sem discriminação racial.
A vida é muito melhor
Somos todos iguais.
Ninguém é o menor ou o maior.

Discriminação é do passado
Mas ainda existe a discriminação
Vamos lutar para ninguém ser escravo
Nesta nação.

Negros ou brancos somos iguais
Viver, sem discriminação.
É bom para os normais
E todas as populações.

César Augusto Bomfim da Silva (10 anos)
4ª série  Profª Mônica Sara


                                     Somos gente

Discriminação racial
Sentimento muito banal
Seria tudo diferente
Se todos fossem tratados como igual

Se a pessoa é de cor,
Se caso for diferente
Precisamos entender que
Todo mundo é gente

Graças à autoridade
Que agora justiça se faz
Ensinando as pessoas
Respeitar até aos animais

Precisamos praticar
As pessoas, respeitar.
Nunca discriminar
E só aprender a amar

Diga não à discriminação
Trate todos como irmãos
Porque tudo que se faz bem
Traz sempre a união.

Discriminação racial
Nem com pessoas nem com animais
Não deve existir
Porque somos todos iguais.

Arthur Mateus Pereira Ribeiro (10 anos) 4ª série Profª Mônica Sara


Afirmando a identidade

A discriminação no Brasil
Deve ser bem respeitada
Para o nosso Brasil melhorar
Todos têm que ser amados

Eu sou NEGRO com orgulho
Não devo nada a ninguém
Se os brancos querem ter respeito
Tem que nos respeitar também

A discriminação racial
Não pode continuar
Essa guerra de negros e brancos
Tem que acabar.

A discriminação racial
É muito ruim
Para não continuar
Isso tem ter um fim

Não importa se é negro ou banco
Todos têm que se juntar
Sou JÔNATAS, o autor desse poema.
Que para minha classe vim apresentar.

Jônatas  Soares Silva (10 anos)
 4ª série Profª Mônica


Ame, Aprenda a respeitar

A discriminação racial
Tem que acabar
Xingar pela raça
Para nunca falar

Sem xingamento pela raça
Tem um mundo melhor
E se xingar
Pode ficar pior

Em diversos lugares
O racismo acontece
Não percebemos muito
Mas isso acontece

Em muitos países
Acontece o racismo
Quando isso ocorre
Não vemos sorriso

Pedro Leonardo Figueiredo (10 anos)
 4ª série Profª Mônica Sara

Um comentário:

  1. muito lindo todos os poemas meus colegas estão de parabens

    ResponderExcluir